Rabelais no Sertão: circularidade cultural em contos pupulares do Tocantins

Reijane Pinheiro da Silva

Resumo


Resumo: este artigo analisa alguns contos populares transmitidos oralmente na antiga região norte de Goiás, atual estado do Tocantins, com o objetivo de identificar traços de circularidade cultural, no sentido atribuído Bakhtin (2008) e por Ginzburg (2006), e também as recorrências comuns a contos europeus do século XVI. A pesquisa foi realizada no mês de Julho de 2008, nas cidades Tocantinenses de Paraíso do Tocantins, Santa Rita, Cristalândia e Palmas e consistiu no registro de contos que os entrevistados ouviam dos seus pais e avós, bem como na análise dos elementos cômicos e transgressores que os caracterizam.

Palavras-chave: Circularidade cultural. Contos populares. Tocantins.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/hab.v6.1.2008.43-65

Direitos autorais

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


HABITUS | Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7798 | Qualis B2