UM ESTUDO SOBRE ESTADO: APONTAMENTOS A PARTIR DE BOURDIEU E WEBER

Sylvana de Oliveira Bernardi Noleto

Resumo


O artigo resulta de um estudo teórico sobre a concepção de Estado vinculada à denominada “teoria compreensiva” de Pierre Bourdieu. O autor problematiza, confronta suas posições e também reconhece simetrias de suas ideias com as de Max Weber sobre o tema, em seu livro Sobre o Estado (2014). Tem-se o objetivo de fazer análise sobre o Estado brasileiro atual a partir dos conceitos formulados pelos autores e outros. É um texto que problematiza os conceitos de Estado, instituição, institucionalização e identifica o Estado como detentor de poder e produtor de violência simbólica. Discute o capitalismo e a ideia de que o Brasil é um país que alinha-se aos preceitos do capital. O Estado brasileiro está em crise; é uma crise mundial, estrutural, de base econômica. Observa-se um Estado vinculado à ideologia do capital, à reprodução dessa ideologia e à sua materialização em forma de políticas para os campos sociais.

Palavras-chave


Estado; Instituição; Violência simbólica; Campos sociais; Capitalismo.

Texto completo:

PDF

Referências


BAUMAN, Z. Globalização: as consequências humanas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1999.

BAUMAN, Z.; BORDONI, C. Estado de Crise. Rio de Janeiro: Zahar, 2016.

BERGER, P. L.; BERGER, B. O que é uma instituição social? In: FORACHI, M. M.; MARTINS, J. de S. Sociologia e Sociedade (leituras de introdução à Sociologia). Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos Editora LTDA, 1988. p. 193-199.

BOURDIEU, P. O Campo Político. Revista Brasileira de Ciência Política, Brasília, n. 5, p. 193-216, jan./jul. 2011.

BOURDIEU, P. O Poder Simbólico. 4. ed. Tradução de Fernando Tomaz. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil. 2001a.

BOURDIEU, P. Razões Práticas: sobre a teoria da ação. 3. ed. Tradução de Mariza Corrêa. São Paulo: Papirus Editora, 2001b.

BOURDIEU, P. Sobre o Estado: Cursos no Collège de France (1989-92). 1. ed. Tradução Rosa Freire d’Aguiar. São Paulo: Companhia das Letras, 2014.

DARDOT, P.; LAVAL, C. A nova razão do mundo. SP: Editora Boitempo, 2017.

HABERMAS, J. A nova intransparência: a crise do Estado do Bem estar social e o esgotamento das energias utópicas. SP: CEBRAP, Revista Novos Estudos, n. 18, p. 103-114, set. 1987.

LIMA. D. C. B. Institucionalização da educação superior a distância nas universidades federais da região Centro-Oeste: temáticas em questão. Brasília: 2018.

MARICATO, E. Globalização e Política Urbana na Periferia do Capitalismo. Revista VeraCidade. Ano IV, n. 4, mar. 2009. Disponível em: http://www.veracidade.salvador.ba.gov.br/v4/images/pdf/artigo7.pdf. Acesso em: 10 mar. 2018.

MORAES, R. C. Reformas neoliberais e políticas públicas: hegemonia ideológica e redefinição das relações Estado-sociedade. Educ. Soc., v. 23, n. 80, p.13-24, set. 2002.

POCHMANN, M. Estado e capitalismo no Brasil: a inflexão atual no padrão das políticas públicas do ciclo político da nova república. Educ. Soc., Campinas , v. 38,n. 139, p. 309-330, jun. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302017000200309&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 02 maio 2018.

SGUISSARDI, V. Universidade Brasileira no Século XXI – desafios do presente. São Paulo: Cortez, 2009.

SILVA JR; J. dos R.; SGUISSARDI, V. Novas faces da educação superior no Brasil – Reforma do Estado e mudanças na produção. São Paulo: Cortez, 2001.

SGUISSARDI, V. Educação superior no Brasil - democratização ou massificação mercantil? Educ. Soc., Campinas, v. 36, n. 133, p. 867-889, out./dez. 2015.

WEBER, M. Ciência e Política: duas vocações. São Paulo: Cultrix, 2013.

WEBER, M. Economia e Sociedade – fundamentos da sociologia compreensiva. v. 2. Tradução: Regis Barbosa e Karen Elsabe Barbosa, Brasília: Editora UNB, 1999.

WOOD, E. M. Democracia contra o capitalismo – a renovação do materialismo histórico. São Paulo: Boitempo, 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v29i1.7151

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis B3

Visitantes - (04/09/2017 - 21/10/2019)
País Usuários
Brasil 40.152
Estados Unidos 1.530
Portugal 886
Moçambique 331
França 297
Angola 255
Espanha/td> 105
Chile 96
Colombia 85

Fonte: Google Analytics.