Perfil Epidemiológico dos Casos de Suicídio Registrados no Instituto Médico Legal de Goiânia (2005 a 2013)

Ariana Costa Cadurin, Diego José Fernandes, Andréa Batista Magalhães, Ivone Félix de Sousa, Rogério José de Almeida

Resumo


Resumo: o objetivo foi delinear o perfil do suicida necropsiado no Instituto Médico Legal de Goiânia/GO, no período de 2005 a 2013, bem como identificar os grupos sociais que merecem maior atenção em saúde pública voltada para este agravo. Foi realizado um estudo retrospectivo analítico com abordagem quantitativa, que analisou laudos cadavéricos de vítimas de suicídio emitidos pelo IML de Goiânia. Os dados foram analisados por meio de estatísticas descritivas e análises de significância. Nos nove anos pesquisados, foram necropsiados 1261 corpos de vítimas de suicídio. Os resultados apontam um perfil da vítima de suicídio como sendo do sexo masculino, adulto, solteiro, pardo e que se matou por enforcamento. Merecem atenção também a elevada taxa de mulheres vítimas de envenenamento por carbamatos ou overdose medicamentosa, bem como homens por armas de fogo, principalmente dentre aqueles que as usam no trabalho.
Palavras-chave: Epidemiologia. Saúde Pública. Suicídio.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v26i2.4891

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.