O Lugar dos Sistemas: reflexões sobre o bilinguismo e a mente

Paulo Sérgio Reis de Abreu

Resumo


Este trabalho analisa o bilingüismo, questionando a forma com que o bilíngue operaria as línguas que é capaz de falar: se haveria, na mente do falante, um sistema apartado para cada língua, ou se essas línguas funcionariam por meio de um único e abrangente sistema de armazenamento e organização de dados linguísticos. Opinando pela existência de um sistema único, procura-se também apresentar hipóteses para a descrição de seu funcionamento e para a relação entre linguagem e mente.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v19i4.1087

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.