A Relação entre a Concepção de Espaço e os Deslocamentos do Religioso na Sociedade Atual

Sérgio Sauer

Resumo


A partir do Iluminismo, a metáfora fundadora do pensamento moderno é o progresso, com uma ênfase na centralidade do tempo e da história. Há, no entanto, uma retomada do espaço, dando ênfase a um modo de pensar que inclui a dimensão espacial. Em termos metafóricos, surge o lugar a partir do qual se olha o mundo. Como esse lugar não é estático, é fundamental incluir mudanças espaciais e deslocamentos, inclusive do simbólico e do religioso na contemporaneidade. O objetivo desse artigo é olhar para esse deslocamento, inclusive como um outro jeito de ver os processos modernos de desencantamento, refletindo sobre o lugar da religião como um amor reflexivo à  vida.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/cam.v6i1.929

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

Rodapé - Caminhos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


CAMINHOS | Revista do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências da Religião da Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-778X | Qualis CAPES Preliminar 2019 = A3

Visitantes - (09/03/2016 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.