QUANDO A LETRA NÃO LIBERTA: A EXPERIÊNCIA DE MULHERES SOLTEIRAS NA IGREJA E A NORMATIVIDADE DA BÍBLIA

João Henrique Stumpf, Zaraí Gonzalia

Resumo


O artigo destaca experiências de opressão, marginalização e estigmatização de mulheres solteiras que ocupam posições de liderança em igrejas na Colômbia e indaga sobre as causas e formas de legitimação dessas violências nos espaços eclesiais. A partir da constatação de que boa parte dessas violências são provocadas ou legitimadas por uma hermenêutica fundamentalista de determinados trechos da Bíblia, o artigo enfatiza a necessidade das comunidades de fé levar em consideração os contextos em que a Bíblia foi gestada. É necessário perguntar pelos bastidores dos textos sagrados, quais os elementos culturais, sociais e políticos existentes na época de sua composição que ficaram gravadas em suas páginas.

Palavras-chave


Mulheres solteiras; Igrejas; Violência de gênero; Bíblia; Hermenêutica.

Texto completo:

PDF

Referências


ALTMANN, Walter. Lutero e Libertação: releitura de Lutero em perspectiva latino-americana. São Leopoldo: Sinodal; São Paulo: Ática, 1994.

ARENS, Eduardo. A Bíblia sem mitos: uma introdução crítica. São Paulo: Paulus, 2007.

AUGUST, Mariluce E. de Melo. Dilemas do estado civil: compreendendo as pessoas solteiras. Curitiba: Editora Esperança, 2013.

BÍBLIA, Almeida. A Bíblia Sagrada: Antigo e Novo Testamento. 2. ed. rev. atual. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 2000.

BRAATEN, Carl E. Prolegômenos à dogmática cristã. In: RAATEN, Carl E.; JENSON, Robert W. (orgs.). Dogmática cristã. 2. ed. São Leopoldo: Sinodal, 2002. p. 29-94.

BRAKEMEIER, Gottfried. A autoridade da Bíblia: controvérsias, significado, fundamento. São Leopoldo: Sinodal, CEBI/ EST, 2003.

BROWN, Raymond E. Introdução ao Novo Testamento. São Paulo: Paulinas, 2004.

CONTI, Cristina. Hermenêutica feminista. Grande Sinal, Petrópolis, v. 55, n. 4 , p. 497-512, 2001.

CRÜSEMANN, Marlene; RICHTER REIMER, Ivoni. Igrejas Domésticas: lugar de acolhida, partilha e celebração na casa de mulheres. Caminhos, Goiânia, v. 14, n. 1, p. 178-190, 2016. Disponível em: http://seer.pucgoias.edu.br/index.php/caminhos/article/view/4835/2701. Acesso em: 18 jun. 2019.

DEIFELT, Wanda. Interculturalidade, negociação de saberes e educação teológica : contribuições da teologia feminista. Protestantismo em Revista, São Leopoldo, v. 24, p. 2-9, 2011.

DREHER, Martin N. O Novo Testamento escrito por homens, e a mulher na história da Igreja. Estudos Teológicos, São Leopoldo, v. 30, n. 3 , p. 273-287, 1990.

FABRIS, Rinaldo; GOZZINI, Vilma. A mulher na igreja primitiva. São Paulo: Paulinas, 1986.

GASS, Ildo Bohn. As comunidades cristãs da primeira geração. São Leopoldo: CEBI; São Paulo: Paulus, 2005.

GEORG, Sissi. Diaconia e culto cristão: o resgate de uma unidade. São Leopoldo: Escola Superior de Teologia; Centro de Recursos Litúrgicos, 2006.

GONZALÍA POLANCO, Zaraí. Mujeres solteras, ministerio y sexualidad: dilemas y desafíos actuales para la práctica pastoral. São Leopoldo, 2017. 220 p. Dissertação (Mestrado em Teologia) – Faculdades EST, São Leopoldo, 2017. Disponível em: http://dspace.est.edu.br:8080/jspui/bitstream/BR-SlFE/804/1/polanco_zg_tm335.pdf.

LAGARDE y de los Ríos, Marcela. Los Cautiverios de las Mujeres: madresposas, monjas, putas, presas y locas. México: Siglo XXI; UNAM, 2014.

MATOS, Keila Carvalho de. Vozes polêmicas e contraditórias sobre ministérios de mulheres: exegese e análise do discurso a partir de 1coríntios 14,33b-35. Tese (Doutorado em Ciências da Religião) – Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia, 2010. Disponível em: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/bitstream/tede/752/1/KEILA%20CARVALHO%20DE%20MATOS.pdf. Acesso em: 18 Junho 2019.

METTALLI, Alver. Os evangélicos e o poder na América Latina. 2019. IHU. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/586680-os-evangelicos-e-o-poder-na-america-latina.. Acesso em: 21 maio 2019.

RICHTER REIMER, Ivoni. Desde Princípios: acuidade historiográfica e injustiça contra mulheres (Atos 1). Caminhos, Goiânia, v. 17, n. 1, p. 390-396, 2019.

Disponível em: http://seer.pucgoias.edu.br/index.php/caminhos/article/view/7101/3994. Acesso em: 18 jun. 2019.

RICHTER REIMER, Ivoni. Maria, Jesus e Paulo com as mulheres: textos, interpretações e história. São Leopoldo: CEBI; São Paulo: Paulus, 2013.

SCHÜSSLER FIORENZA, Elisabeth. Caminhos da sabedoria: uma introdução à interpretação bíblica feminista. Tradução: Monika Ottermann. São Bernardo do Campo: Nhanduti Editora, 2009.

SCHOTTROFF, Luise. A caminho para uma reconstrução feminista da história do cristianismo primitivo. In: SCHOTTROFF, Luise; SCHROER, Silvia; WACKER, Marie-Theres. Exegese feminista: resultados de pesquisas bíblicas a partir da perspectiva de mulheres. São Leopoldo: Sinodal/CEBI; São Paulo: ASTE, 2008. p. 161-215.

STRÖHER, Marga J. A igreja na casa dela – papel religioso das mulheres no mundo greco-romano e nas primeiras comunidades cristãs. São Leopoldo: IEPG/EST, 1996.

STRÖHER, Marga J. Caminhos de resistência nas fronteiras do poder normativo: um estudo das Cartas Pastorais na perspectiva feminista. Tese (Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Teologia) – Faculdades EST, São Leopoldo, 2002.

TAMEZ, Elsa. 1 Timóteo: que problema! In: OSDOL, Judith Van (org.). As mulheres e a graça: releituras bíblicas de mulheres latino-americanas. São Leopoldo: Sinodal; Quito: CLAI, 2008. p. 53-67.

TAMEZ, Elsa. As mulheres no movimento de Jesus, o Cristo. São Leopoldo: Sinodal; Quito: CLAI, 2004.

VILLAREAL. Montoya, Cecilia. La soltería en mujeres de mediana edad. Reflexiones, Universidad de Costa Rica, San José, Costa Rica, v. 87, n. 1, p. 99-111, 2008. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=72912553007. Acesso em: 12 abr. 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/cam.v17i3.7409

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 João Henrique Stumpf, Zaraí Gonzalia

Rodapé - Caminhos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


CAMINHOS | Revista do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências da Religião da Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-778X | Qualis CAPES Preliminar 2019 = A3

Visitantes - (09/03/2016 - 10/03/2020)

Fonte: Google Analytics.