DESDE PRINCÍPIOS: ACUIDADE HISTORIOGRÁFICA E INJUSTIÇA CONTRA MULHERES (ATOS 1)

Ivoni Richter Reimer

Resumo


Atos dos Apóstolos faz parte dos textos canônicos da Bíblia cristã e serve de base para a história e a dogmática da Igreja. No Novo Testamento, ele representa o gênero literário maior de ‘historiografia teológica’ e objetiva elaborar sua escrita, com base na acuidade investigativa da Antiguidade. Trata-se de uma fonte para percepções e análises da história de homens e mulheres na Igreja e na sociedade do século I. A comunicação visa observar a narrativa de Atos 1 e questionar acerca dessa acuidade, visto que ela invisibiliza, discrimina e interdita mulheres e sua plena participação nas funções eclesiais e, portanto, sócio-culturais do período em questão, repercutindo por milênios na forma(ta)ção de mentalidades acerca das relações de gênero em esferas de poder público. Como interpretar Atos dos Apóstolos e fazer justiça às inúmeras mulheres que atuaram pela fé e se dedicaram a esta missão em plena participação na organização e na vida de igrejas domésticas e nas relações sociais? Como entender Atos em seu contexto social e político no final do século I? Como (re)ler Atos 1 para nossas contemporaneidades? Atos 1 oferece subsídios para empoderar mulheres e homens no trabalho por justiça em todas as relações?

SINCE BEGINNINGS: HISTORIOGRAPHIC ACUITY
AND INJUSTICE AGAINST WOMEN (Acts 1)

The Acts of the Apostles is part of the canonical texts of the Christian Bible and serves as a basis for the history and dogmatic of the Church. In the New Testament, it represents the greatest literary genre of 'theological historiography' and aims to elaborate its writing, based on the investigative acuity of antiquity. It is a source for perceptions and analyzes of the history of men and women in the Church and in the society of the first century. The communication aims at observing the narrative of Acts 1 and questioning about this acuity, since it makes invisible, discriminates and interdicts women and their full participation in the ecclesial and, therefore, socio-cultural functions of the period in question, reverberating for millennia in the form(at)ting of mentalities about gender relations in public power spheres. How to interpret the Acts of the Apostles and do justice to the countless women who worked by faith and dedicated themselves to this mission in full participation in the organization and life of domestic churches and in the social relations? How to understand Acts in its social and political context at the end of the first century? How to (re) read Acts 1 for our contemporaries? Acts 1 offers subsidies to empower women and men at work for justice in all relationships?

Palavras-chave


Atos dos Apóstolos. Atos 1. História de Mulheres. História da Igreja. Exegese e Hermenêutica Feministas. Acts of the Apostles. Acts 1. History of Women. History of the Church. Feminist Exegesis and Hermeneutics.

Texto completo:

PDF

Referências


CÂNDIDO, Edinei da Rosa. São Gregório Nazianzeno sobre a mulher. Cadernos Patrísticos, Florianópolis, v. 6, n. 11, p. 15-272, 2012. (Série Textos e Estudos).

CÂNDIDO, Edinei da Rosa. Ação feminina ou solução masculina? Fortaleza e fraqueza na literatura martirial. Cadernos Patrísticos, Florianópolis, v. 7, n. 13, p.163-180, 2013.

MARTIN, Clarice J. The Acts of the Apostles. In: SCHÜSSLER FIORENZA, Elisabeth (Ed.). Searching the Scriptures. Vol. II: A Feminist Commentary. New York: Crossroad, 1994. p. 763-799.

NOBRE, Marcos Augusto Ferreira. Ministérios femininos no Cristianismo dos três primeiros séculos. Cadernos Patrísticos, Florianópolis, v. 7, n. 13, p. 43-68, 2013.

NORELLI, Enrico. Gli Atti degli Apostoli sono una Storia del Cristianesimo? Rivista di Storia del Cristianesimo, Brescia, v. 12, n. 1, p. 13-50, 2015.

PENNER, Todd; STICHELE, Caroline Vander (Eds.). Contextualizing Acts: Lukan Narrative and Greco-Roman Discourse. Atlanta: Society of Biblical Literature, 2003. (Symposium Series, n. 20).

PRINZIVALLI, Emanuela. Presupposti per una Patrística di genere. Cadernos Patrísticos, Florianópolis, v. 7, n. 13, p.139-162, 2013.

RICHTER REIMER, Ivoni. Women in the Acts of the Apostles: a Feminist Liberation Perspective. Trad.: Linda M. Maloney. Minneapolis: Fortress Press, 1995.

RICHTER REIMER, Ivoni. Maria, Jesus e Paulo com as mulheres: textos, interpretações e história. São Leopoldo: CEBI; São Paulo: Paulus, 2013.

VV.AA. Maria de Magdala: “Apóstola dos Apóstolos”. IHU-Online, São Leopoldo, v. 16, n. 458, p. 2-98, 18 jul. 2016. Disponível em: http://www.ihuonline.unisinos.br/artigo/6520-html-capa-490. Acesso em: 10 abr. 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/cam.v17i1.7101

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Ivoni Richter Reimer

Rodapé - Caminhos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


CAMINHOS | Revista do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências da Religião da Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-778X | Qualis CAPES Preliminar 2019 = A3

Visitantes - (09/03/2016 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.