O esponsório segundo os documentos do Concílio Vaticano II

Ney Souza, Susana Aparecida da Silva

Resumo


O presente estudo tem por objetivo selecionar e analisar as referências à palavra esposa (sponsa) nos documentos do Concílio Vaticano II. Uma análise preliminar permitiu concluir que as palavras esposo ou esposa são usadas em três perspectivas nos documentos conciliares: em primeiro lugar, nota-se, com base em textos veterotestamentários que Deus é o esposo de Israel. Em segundo lugar, a Igreja é esposa de Cristo. Em terceiro lugar, alguns textos tratam da família e da relação que deve permear a vida conjugal entre os esposos. O artigo visa também analisar a relação entre essas passagens a fim de extrair dos textos e do contexto do concílio algumas reflexões para a teologia do matrimônio.



DOI: http://dx.doi.org/10.18224/cam.v14i2.4165

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Ney Souza, Susana Aparecida da Silva

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações 4.0 Internacional.

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


CAMINHOS | Revista do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências da Religião da Pontifícia Universidade Católica de Goiás | ISSN 1983-778X | Qualis B1