Trabalho e Precarização dos Empregos: Trabalhadores Temporários na Indústria Fumageira de Santa Cruz do Sul (RS)

Marco André Cadoná, Valter de Almeida Freitas

Resumo


Resumo: este artigo analisa as repercussões da organização da produção da indústria do tabaco no trabalho e no mercado de trabalho de Santa Cruz do Sul (Rio Grande do Sul, Brasil), ocupando-se especialmente com a experiência dos trabalhadores temporários para compreender as estratégias de reprodução dessa força de trabalho que atua de forma precária e insegura na produção industrial que se realiza em empresas multinacionais do setor fumageiro.
Palavras-chave: Multinacionais do tabaco. Trabalhadores temporários. Insegurança nos empregos. Trabalho precário.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/baru.v2i2.5276

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


BARU | Revista Brasileira de Assuntos Regionais e Urbanos | Mestrado em Desenvolvimento e Planejamento Territorial da PUC Goiás | ISSN 2448-0460 |  Qualis B5