Como Anda a Habitação Social no Brasil? Reflexões sobre a Trajetória das Políticas Habitacionais da Década de 1960 à Atualidade

Lucia Camargos Melchiors

Resumo


Resumo: a questão da habitação é uma das faces mais complexas da urbanização, em especial, em países em desenvolvimento como o Brasil, no qual o acesso à moradia é uma necessidade urgente. Este artigo tem como objetivo apresentar uma reflexão sobre as políticas habitacionais brasileiras a partir de uma perspectiva histórica, examinando distintos períodos, da década de 1960 à atualidade. São abordadas as políticas do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNH) e um estudo do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV), dando ênfase para o último, o principal programa governamental voltado à produção da habitação social no país nos últimos anos. Percebe-se que existem avanços e retrocessos das políticas ao longo do período estudado e que a habitação social brasileira tem sido historicamente preterida perante os interesses do capital imobiliário.
Palavras-chave: Política habitacional. Habitação social. Programa Minha Casa,
Minha Vida.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/baru.v2i2.5274

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


BARU | Revista Brasileira de Assuntos Regionais e Urbanos | Mestrado em Desenvolvimento e Planejamento Territorial da PUC Goiás | ISSN 2448-0460 |  Qualis B5